sun-3588618_1280.jpg

HISTÓRIA DO CESOM

SURGIMENTO

O movimento espírita robustecido no triângulo mineiro pela presença de Eurípedes Barsanulfo, migrou-se para Goiás e da capital goiana para Brasília. Na Cidade livre aportou-se, em meados de 1957, família tradicional do vizinho estado, tendo por orientação recebida na Tenda do Caminho, Casa espírita de Goiânia, (hoje Irradiação Espírita), com o compromisso de fundar um núcleo da doutrina na capital federal.

 


As senhoras Sinha Marquês e Icanusa Del Isola, juntamente com outros encarnados e desencarnados, sob as bençãos do Cristo e orientação de Kardec, fundaram o primeiro Centro Espírita do Distrito Federal, no dia 20 de janeiro de 1958. Estava assim plantada no interior do país a Árvore do Cristianismo redivivo. Estava fincado ali, naquele ato, em estacas profundas e sólidas o projeto de expansão da Doutrina Espírita nor Brasil.

 

 

A falange de Sebastião o Mártir, que havia enviado esforços cumpria uma etapa importante para o Cristianismo. Corações generosos, mercê dos ventos das necessidades pessoais, convocados para o trabalho, começaram e levaram avante a tarefa de consolidar na materialização ectoplasmática do roteiro, com o amálgama dos sentimentos enobrecidos pelo amor, a trajetória do Sebastião o Mártir. Neste roteiro esteve sempre presente e de forma realizadora, desde 1901, Jorge Cauhy júnior.

 

Atualmente o Centro planta no esclarecimento, na solidariedade, no respeito, no amor, o amanhã.

Cesom 01.jpg